©2019 por Amazonia's fish. Orgulhosamente criado com Wix.com

SISTEMAS DE CULTIVO

A Região Amazônica tem enorme potencial para a piscicultura, isso porque conta com água em abundância e pequenas variações de temperatura, tendo o clima quente o ano todo.

Abaixo estão os principais sistemas de cultivo da região. 

 

CANAIS DE IGARAPÉ

Desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia, utiliza cursos de águas naturais (igarapés), aproveitando suas características físicas, sendo cercados somente com telas para delimitar a área de produção. 

 

TANQUES E VIVEIROS ESCAVADOS 

Tanques simples, escavados na terra e sem revestimento.

Representa o ambiente mais próximo do habitat natural dos peixes.

O fluxo de água é controlado, com isso pode ser feito um controle mais eficaz na qualidade da água.

 

TANQUES-REDE / GAIOLAS

São estruturas de várias formas e tamanhos, construídas por redes ou telas que permitem a livre circulação da água.

Podem ser instalados em ambientes aquáticos por meio de flutuadores, em locais onde há alteração no nível da água, ou por meio de estacas fixas, em ambientes onde o nível da água não altera.

Têm como finalidade o confinamento de peixes, proporcionando-lhes condições de crescimento por meio da proteção constante ao ataque de predadores e competidores. O fornecimento de alimento e a água devem ser de boa qualidade.

 

BARRAGENS

A barragem é uma estrutura construída geralmente em sentido transversal ao fluxo de um curso da água, de tal forma que permita a formação de um reservatório artificial. Este reservatório terá a finalidade de acumular água ou elevar o nível do curso da água.

Pode ser chamado de açude, quando nele forem depositadas apenas as águas das chuvas (águas pluviais) ou podem ser chamados de represas, quando seus reservatórios possuírem regime normal de abastecimento por meio de córregos, riachos ou rios.